Skip to content

Blog da Cathy: Levou um fora? Bola pra frente!

09/07/2009

Tem sempre um jeito divertido de encarar aquele pé na bunda e encerrar a fossa de uma vez por todas . Ria e saia dessa, já, agora, pra ontem!.

FOTOS: SHUTTERSTOCK

Se tudo o que você precisava era de uma injeçãozinha de coragem e autoestima, para largar mão do trio “sofá-música melosa- -lencinho”, aí vai um passo-a-passo sob medida. Mas olha só: pra funcionar, você vai ter que se dedicar um pouquinho – o que significa: dizer, a si mesma, que está realmente disposta a sair dessa. Combinado?

Pra começo de conversa: quando termina, é porque acabou. Parece óbvio? Pois já lançaram até um livro com esse título, explicando que, quando um romance naufraga, a melhor coisa é pegar um bote e ir procurar a sua turma. Não tem nada pior, nessa situação, do que ficar gastando energia na operação- -resgate. Melhor que isso é se convencer de que o ex era um traste ou, na melhor das hipóteses, um cara que nunca conseguiria fazê-la feliz como você merece. E, por falar nisso, que tal começar já uma lista no melhor estilo “dez coisas que eu odeio nele”? É tiro e queda pra exorcizar o bofe mal-agradecido! Pense naquele Dia dos Namorados em que ele a levou na maior espelunca, no apelido “glamour zero” que ele lhe deu, nos filmes mico que assistiu só para agradá-lo, nas horas que passou ao lado do tio sem-noção do garoto… Aff! Enfim, livre!

Corte as relações – pelo menos temporariamente. Até dói, só que é o único jeito de sobreviver nos primeiros dias pós-fora. Finja que o ex não existe mais! Isso inclui deletá-lo do MSN, apagar o telefone dele do seu celular e até evitar as baladinhas em que você já sabe que vai encontrá-lo. Agora, se for inevitável, e ele ainda tentar lhe passar uma cantada barata, como se nada tivesse acontecido, respire fundo e aja naturalmente. Algumas frases “simpáticas” que você pode mandar ver nessa hora, sempre rindo, pra parecer piada: “Preciso conhecer alguém que realmente valha a pena. E, para isso, tenho que circular s-o-z-i-n-h-a por esta festa”. “Gato, não preciso mais de você. Nem pra matar barata!” Se estiver frio, melhor ainda: ajeite o cachecol e saia rebolando…

Quer desabafar? Pergunte-me como! Amigo é tudo na vida, principalmente quando levamos um pé na bunda. Só não esquece que ouvido de brother não é penico, tá? Ou periga você ficar sem namorado e sem turma, completamente só e amargurada, assistindo aquela novela chata que não vale a pena ver de novo, e se entupindo de sorvete. Desculpa dizer assim, mas é a verdade pura. Purinha! Tudo bem você contar uma, duas, até três vezes, porque foi que vocês terminaram. Mas ninguém é obrigado – nem você mesma – a ouvir a mesma histõria até o dia do Juízo Final, certo?

Pense que podia ser pior. Esse fora fez você perder o rumo de casa, tipo “quem sou-eu-onde-estou-pra-onde-vou?” Bote sua mente pra funcionar e tente imaginar como esse desfecho poderia ter sido diferente. E ainda mais trágico pra você. A poderosíssima Angelina Jolie, por exemplo, além de terminar o casamento com o ex, teve que dar o maior truque na tattoo com o nome dele, que a fofa gravou no braço esquerdo. Moral da história: a menos que tenha feito a mesma bobagem, você, em relação à atriz, ainda saiu na vantagem. Afinal, tocar laser na pele não é a coisa mais baraténha do mundo, né, querida? Tem também as histórias das famosas, que pagam de humilhadas em rede nacional quando a puladinha de cerca do namô vira assunto de todos os programas de fofoca da tarde. Pelo menos, no seu caso, só a galera chegada é que tem acesso ao real motivo da separação – seja ele qual for. Tá se sentindo melhor agora?

Chocolate: você merece! Como qualquer mortal, você quer afogar suas mágoas em tabletes e mais tabletes de chocolate ao leite, branco, com frutas, com cookies… e não é à toa! Dizem por aí que o docinho tem muitas vantagens em relação aos homens: um bom chocolate é muito fácil de se encontrar, ele nunca diz que você engordou, não reclama se você sai com as amigas e sempre está disponível, mesmo em dia de final de campeonato. Só não vale exagerar, porque esse mix de açúcar e gordura, por outro lado, é capaz de transformar qualquer princesa em Fiona. E não dá nem pra pensar em embarangar agora, que você ficou solteira e pode dar em cima do amigo gato do seu irmão, daquele carinha do inglês que sempre deu o maior mole, entre outros pseudo-pretês. Então, o negócio é consumir com moderação, como você já está cansada de ouvir falar.

Espante os malas-sem-alça. É quase certeza que vai ter gente querendo se divertir às suas custas. E acredite: vão fazer isso dos jeitos mais descarados. Essa galera sem-noção é capaz de pedir detalhes do fim do namoro só pra deixar você sem graça. Ou até de contar sobre as novas aventuras românticas do “falecido”, sem que você demonstre o mínimo interesse em saber. Para driblar esse tipo de saiajusta, é melhor ter uma resposta pronta, do tipo curta e grossa: “Não quero mais falar sobre o assunto (no caso, o ex)”. Para os insistentes, qualquer frase non sense serve. Dizer que precisa comprar a sua passagem para o Uzbequistão, onde vai passar os próximos seis meses num intercâmbio, por exemplo, pode ser uma boa pedida. Se eles insistirem mais, comece a explicar que só consegue pensar nos seus planos para o futuro: “Não sei se você sabe, mas o Uzbequistão é uma exrepública soviética da Ásia, que fica ao sul do Afeganistão e blá-blá-blá-blá”. Uma hora o(a) chato(a) se toca, e larga do seu pé!

“Você pode mudar o cabelo quando quiser, sem correr o risco de ter que aguentar um traste dizendo que estava melhor antes.”

Curta a solteirice. Você não corre mais o risco de ser traída. Não tem que disfarçar o ciúme daquela amiga “dada” que todo namorado que se preze tem. Não precisa explicar mil vezes que não rola nada entre você e aquele seu amigo “dado” – toda garota que se preze tem um amigo desses, também! Tem tempo de sobra para fazer todos os cursos, passeios e tratamentos de beleza que sempre quis. E por falar em beleza: você não precisa depilar as pernas no inverno, se não quiser. Pode mudar o cabelo quando der vontade, sem correr o risco de ter que aguentar um traste dizendo que estava melhor antes (porque garotos não têm o menor semancol pra isso, vamos combinar!). Você não tem sogra. E, a menos que goste muito, não vai precisar acompanhar os jogos de futebol até dos times de várzea, aos finais de semana. Precisa de mais algum motivo para se sentir plenamente feliz com a sua nova condição de livre e desimpedida? Vai fazendo a sua lista, aí. Quanto mais itens, melhor!

FOTOS: SHUTTERSTOCK
FOTOS: SHUTTERSTOCK FOTOS: SHUTTERSTOCK
Cinco coisas pra fazer quando der aquela vontade de ligar…1. Vá passear no shopping. E entre em todas as lojas que quiser. Lembre-se de que você não vai ter que aturar um menino chato ao seu lado, dizendo, de cinco em cinco minutos, que quer ir embora. Nem reclamando, só porque a blusinha fofa que você a-m-o-u tem um decote que chega perto do umbigo.2. Demore mil e um anos para se arrumar. Helô-oou! Já pensou que se quiser provar o seu guarda-roupa inteirinho, antes de decidir o que vai usar naquela festa, você pode? E ninguém vai encher o seu saco por isso!

3. Deixe recadinhos para os pseudo- -pretês no Orkut. Não precisa virar a Miss Quebradeira, do dia pra noite. É só passar para dar um “oi” despretensioso, do tipo “Tô com saudades. Beijo-me-liga!”

4. Pegue um cineminha com as amigas. Pense bem: há quanto tempo você não escolhe um filme de que realmente gosta, sem se preocupar se a história vai agradar ou não ao bofe? Vantagem extra de estar solteira: você pode sair da sala falando horrores sobre o protagonista bonitão, sem ninguém pra censurar.

5. Assista aos seus programas preferidos na TV. Aproveite o raro prazer de ter um controle remoto só pra você. E de poder assistir aos seriados que adora, do começo ao fim, sem interrupções bruscas de alguém que “só quer ver o que está passando no canal de esportes”.

…E cinco coisas para não fazer nunca, em tempo algum1. Ficar fuçando e-mail e Orkut do ex, atrás de sinais das periguetes que já estão caindo pra cima dele. Sabe por que você não deve fazer isso? Simplesmente porque vai achar vários indícios de que o cara já está em outra. Verdade seja dita: os homens dificilmente terminam um relacionamento se já não estiverem de olho em alguém. Deixa ele ser feliz e corra atrás da sua felicidade também, garota!2. Beijar outro na frente dele. Essas e outras vingancinhas acabam mal, em 99,9% das vezes. Não servem pra fazer o cara se tocar. Mas, em geral, convencem o “falecido” de que vale a pena odiá-la para sempre. A não ser que seja isso que você queira.

3. Mandar um telegrama animado pedindo pra voltar. O problema não é nem a humilhação, mas o mau gosto. Aí, sim, o garoto vai ter um bom motivo pra dar quando perguntarem porque ele terminou tudo! Quer uma dica de amiga? Invista seu tempo e dinheiro em você, e esqueça de vez o bofe!

4. Ficar enfurnada em casa. Pra que decorar a programação da TV a cabo se há um mundo de oportunidades reais esperando lá fora? Você pode não acreditar (por enquanto!), mas o seu ex não é o único garoto interessante do planeta.

5. Dispensar caras legais porque “ainda não está preparada para outra relação”. Esquecer o ex tem tudo a ver com conhecer e se apaixonar por um outro garoto bacana. Então, você não precisa esperar o “falecido” sumir de vez da sua mente antes de fazer a fila andar. É exatamente o contrário. Já pensou nisso?

UUFA! cansei .. gente! desculpa por esse texto enoooooorme, mais claro você pode ler o que mais te enteressa, tá bem ?!

Fonte: atrevida.com.br

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: